A maioria das mães que tiveram seus bebês por cesariana tem um caminho mais difícil na amamentação de seus bebês quando comparado com as mães que tiveram um parto natural. Em primeiro lugar, porque o leite pode vir bem mais tarde do que no caso de um parto vaginal enquanto e, também porque elas têm que lidar com a dor da cirurgia nos primeiros dias o que torna bastante difícil a amamentação. Mas não é impossível amamentar mesmo se você teve uma cesariana. Você pode fazer isso, e com sucesso seguindo as seguintes dicas:

1. Dor do corte:

Nos primeiros dias, as dores das incisões serão muito fortes e isso pode ser muito mais difícil sentar em uma posição adequada para alimentar o seu bebê.

Solução: Comece procurando ajuda no próprio hospital. A equipe do hospital vai se oferecer para ajudá-la a sentar-se ou reclinar em uma cama para que você possa alimentar o seu bebê. Eles podem também ajudá-la a colocar o seu bebê de uma maneira confortável. Se possível peça para o seu parceiro ficar ao seu lado e te ajudar de todas as formas possíveis seja em casa ou no hospital.

2. Amamentação tardia:

É verdade que as mulheres que têm parto cesariana amamentam seus bebês bem mais tarde. Uma razão é que a mãe ainda está se recuperando da cirurgia. Isso não significa que o parto vaginal seja fácil, mas sim que as mães que tiveram cesariana tomaram antibióticos e analgésicos que possivelmente não querem transmitir aos seus bebês. Em certos casos, o bebê pode não mostrar a mesma quantidade de reflexo que o bebê que mamou ao nascer porque o bebê já sentiu a mamadeira e o conforto de seu pai ou o toque dos avós antes que do da mãe.

Solução: Pode ser um tanto difícil para a mãe, mas o fato é que o instinto natural de reconhecer a própria mãe não desaparece, e quando você começar a amamentar, o bebê vai naturalmente se relacionar com você. Portanto, não desista de amamentar após uma cesariana.

3. Dificuldade na geração do leite:

O contato pele-a-pele deve acontecer logo após o nascimento. Ele ajuda na ativação de oxitocina, que por sua vez ajuda na amamentação. Mas mães de cesariana têm dificuldade na ativação de oxitocina.

Solução: No caso do contato pele-a-pele não acontecer logo após o nascimento, por qualquer motivo, você pode ter que retirar o colostro usando suas mãos ou uma bomba. Então seu bebê será alimentado através de uma seringa ou colher ou mamadeira até que você possa amamenta-lo. Se você sabe que irá ter um parto cesárea, se possível, o melhor é escolher uma maternidade especializada que pode lhe oferecer todos os cuidados e apoio para ajudá-la na amamentação, enquanto você está se recuperando. Faça o seu médico estar ciente de que você está interessada em amamentar para o contato pele-a-pele poder acontecer mesmo se a sua cirurgia está em fase final. Isso ajuda o leite a sair mais cedo.

4. Amamente mais frequentemente do que usual:

A maioria das mães de parto cesariana percebem que o leite sai entre o quarto e quinto dia. E isso pode ser assustador.

Solução: Você vai precisar tentar amamentar com mais frequência para extrair mais leite. Quanto mais vezes você amamenta, mais prolactina você produz. E quanto mais prolactina você tem, mais leite vai sair. Você pode também procurar suplementos que ativem seus hormônios lactantes para ajudá-la a amamentar seu bebê. Fale com o seu médico para receitar os suplementos se as coisas ficarem difíceis.

5. Você poderá se subestimar:

Algumas mães de parto cesárea, ficam desanimadas por terem falhado no ato de dar à luz naturalmente. Tais sentimentos também refletem quando elas não são capazes de amamentar, com êxito na primeira mamada.

Solução: Isto pode ser psicológico, então tenha em mente que o pensamento negativo pode afetar os seus níveis de produção de leite também. Converse com sua equipe médica e diga a eles que você precisa de ajuda. Um especialista em lactação ou um terapeuta irá ajudá-lo a este respeito.

Se você teve seu filho por cesariana e passou por algum problema para amamentar o seu filho comente contando para a gente como você superou esse desafio.

Post do blog Mom Junction, traduzido pelo blog Neném da Mamãe.

Deixe seu comentário